Quinta-feira, 3 de Dezembro de 2009

«Ao apitar um desafio, não penso na História de Portugal, nem nas estatísticas do Ministério da Justiça, ou sequer no melting pot que nos serviu de tumultuoso berço. Sempre que sou convocado para arbitrar, estou ali, eu próprio, a fazer história desportiva.» 

 

[Jorge Coroado, a fazer história desportiva desde 1975. Deixou o apito em 2001 e, que se saiba, nunca mais voltou a ter azia.]

A Bola, 29 de Setembro de 1991

publicado por Quetzal às 17:13
link do post | comentar | adicionar aos favoritos
.mais sobre mim
.pesquisar neste blog
 
.Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.posts recentes

. João Pombeiro e Marta Reb...

. Cada vez mais a Norte

. Agenda

. «O futebol também foi cri...

. O eixo do mal

. Vocês sabem do que estamo...

. Nelson Ned e o Muro de Be...

. Terceiro não é assim tão ...

. Nobel para o Benfica

. À espera da edição revist...

.arquivos
2009

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Margarida Ferra: coração ...

blogs SAPO
.subscrever feeds